Coritiba leva uma surra e perde para o Foz em casa
11/03/2018 - 23h16 em Cotidiano

O Coritiba perdeu mais uma vez na Taça Caio Júnior, o segundo turno do Campeonato Paranaense. Desta vez, ao menos, marcou um gol. Neste domingo (11), mesmo jogando dentro do Couto Pereira, o time foi derrotado pelo Foz por 3 a 1. A partida era válida pela 3ª rodada.

Curiosamente, o Coritiba foi vítima de uma vingança. Na Taça Dionísio Filho – o primeiro turno –, o time eliminou o Foz nas semifinais, ao vencer nos pênaltis após um empate em 1 a 1. Depois, faturou a taça ao vencer o Rio Branco. Desde então, somou quatro derrotas (incluindo a Copa do Brasil) e apenas um gol marcado (o de domingo).

TABELA

Com a derrota de domingo, o time da Capital não tem mais chances de se classificar para as semifinais. Não somou nenhum ponto em três rodadas – também perdeu para Maringá (3 a 0 em casa) e Paraná (2 a 0, fora). Faltam só dois jogos. Paraná e Cianorte já têm 7 pontos.

Pela Taça Caio Júnior, o Coritiba enfrenta o Cianorte, no Couto Pereira, no próximo sábado (17). Depois, enfrenta o Cascavel no Oeste do Estado, no dia 21.

COPA DO BRASIL

Na próxima quarta-feira (14), o Coritiba recebe o Goiás, pela terceira fase da Copa do Brasil. O time paranaense precisa vencer por dois gols de diferença para avançar, uma vez que perdeu o primeiro jogo por 1 a 0. O gol fora de casa não é mais critério de desempate. Se os coxas-brancas vencerem por um gol de saldo, a vaga será decidida nos pênaltis.

ESCALAÇÃO

Por causa do jogo da Copa do Brasil, o técnico Sandro Forner escalou um time reserva neste domingo. Dos titulares contumazes, havia apenas o goleiro Wilson. O time entrou num 4-1-4-1, com o volante Simião protegendo os meias Galdezani e Matheus Bueno e os extremos Alvarenga (começou no lado direito) e Kady (esquerdo).

PRIMEIRO TEMPO

Mesmo jogando em casa, e precisando de vitória, o Coritiba não tomou a iniciativa do jogo. Em meia hora, a produção ofensiva da equipe resumiu-se a um chute de Kady para fora. O Foz teve mais posse de bola e criou mais chances de gol, mas pecava na pontaria. Até que Matheus Olavo cobrou uma falta com perfeição e abriu o placar para o time do interior. Depois disso, os coxas-brancas tentaram crescer, mas não conseguiu empatar. A etapa se encerrou com cinco finalizações do Coritiba (duas certas) e seis do Foz (duas certas). “Estmos tentando, mas quando toma um gol de bola parada, dá uma desanimada”, disse o meia Kady, ao fim do primeiro tempo, enquanto a torcida soltava umas vaias.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Coritiba voltou sem tentar pressionar. E foi castigado. Aos 11 minutos, Luccas Brasil fez gato e sapato com a marcação de Alan Costa e rolou para Raphael Alemão anotar 2 a 0. Sem ver o time criar alguma coisa, o técnico Sandro Forner trocou Alvarenga (que sentia câimbras) por Pablo e Kady por Thiago Lopes, aos 20 minutos.

Não só não adiantou como o time ainda levou o terceiro gol, aos 31 minutos. Wilson fez duas defesas difíceis no mesmo lance, mas não conseguiu a terceira defesa, e Marcelo Soares marcou 3 a 0. Enquanto isso, a defesa coxa-branca ficou assistindo à jogada inteira.

A última troca – Evandro por Yan Sasse, aos 33 minutos – fez o time esboçar uma reação e, aos 45 minutos, Yan Sasse descontou. Na etapa final, enquanto o Coritiba somou nove finalizações (três certas e o resto para fora), o Foz teve sete (todas certas).

CORITIBA 1 x 3 FOZ

Coritiba: Wilson; Benítez, Alan Costa, Alex Alves e Vinícius Araújo; Simião, Galdezani e Matheus Bueno; Alvarenga (Pablo), Evandro (Yan Sasse) e Kady (Thiago Lopes). Técnico: Sandro Forner

Foz: Glauber; Paulinho, Alex Maranhão, Leandro Silva e Luiz Beltrame; Maycon Canário, André Oliveira, Matheus Olavo (Tarcísio) e Juninho (Mathiola); Raphael Alemão (Marcelo Soares) e Luccas Brasil. Técnico: Negreiros

Gols: Matheus Olavo (28-1º), Raphael Alemão (11-2º), Marcelo Soares (31-2º), Yan Sasse (45-2º)

Cartões amarelos: Kady, Benitez

Árbitro: Christian Eduardo Gorski da Luz

Público: 3.469 (pagante), 3.867 (total)

Renda: R$ 75.830

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, domingo

Fonte: Bem Paraná

COMENTÁRIOS