Operação Quadro Negro: deputados aliados de Beto Richa serão investigados criminalmente pelo MP
10/08/2018 09:57 em Cotidiano

Os deputados Ademar Traiano (PSDB) e Plauto Miró (DEM), presidente e secretário-geral da Assembleia Legislativa do Paraná, serão investigados criminalmente pelo Ministério Público no âmbito da Operação Quadro Negro.

Aliados do ex-governador Beto Richa (PSDB), os dois parlamentares são acusados de serem beneficiários do desvio de recursos de escolas pagas, mas não construídas no estado.Traiano e Miró foram delatados pelo empreiteiro Eduardo Lopes, dono da Construtora Valor, e o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) autorizou a abertura de investigações. Os inquéritos criminais foram instaurados pelo procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia, informa o site Gazeta do Povo.

A Operação Quadro Negro avalia em R$ 20 milhões os desfalques nos recursos que seriam destinados à construção de escolas no Paraná.

O Blog do Esmael registrou em primeira mão, no início de junho de 2015, o escândalo e a consequente queda da cúpula da Educação do Paraná na época.

Fonte: Blog do Esmael

COMENTÁRIOS