Pesquisa mostra otimismo do setor de hospedagem do Paraná
11/06/2019 09:36 em Cotidiano

A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, realizada pelo Ministério do Turismo, no primeiro trimestre, mostra otimismo dos empresários do setor de hospedagem do Paraná. O resultado, divulgado na última semana, mostrou que a perspectiva é positiva quando o assunto é investimento: 60,4% indicaram que provavelmente investirão neste ano. A percepção sobre o aumento ou manutenção do número de empregados é outra variável que cresceu: passou de 37% para 62,1%. Já o otimismo em torno dos serviços ofertados saltou para 54,2%.

O presidente da Paraná Turismo Jacob Mehl destacou os bons resultados. “É um resultado a ser comemorado. O governo de Ratinho Junior prioriza o turismo com ações e investimentos. Um exemplo é a TV Paraná Turismo, recém-lançada, e que tem sua programação direcionada às atrações e potencial turístico do Paraná”, disse Jacob. Os empresários consultados avaliaram o destino turístico onde a própria empresa está localizada.

A iniciativa privada está mais confiante no aumento da rentabilidade do setor turístico. Marcos Víleski, diretor de marketing do empreendimento Jurema Águas Quentes, disse que ficou satisfeito com o cenário apontado na pesquisa. “São números que revelam otimismo e crescimento. Como exemplo, estamos investindo mais de R$ 120 milhões no nosso novo complexo turístico em Iretama, na região de Campo Mourão”, afirmou. Para a técnica em estatísticas da Paraná Turismo, Gilce Zelinda Battistuz, os dados são uma resposta clara da iniciativa privada ao movimento de retomada da economia brasileira. “O bom desempenho do destino e da empresa andam juntos”, disse ela.

Trabalho

A Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil é realizada pela subsecretaria de Inovação e Gestão do Conhecimento do Ministério do Turismo. São consultados empreendimentos de hospedagem de todos os portes, entre os quais hotéis, pousadas e resortes. O objetivo é apurar as perspectivas dos empresários quanto ao desempenho de seus estabelecimentos e dos destinos onde estão inseridos. A pesquisa foi realizada com apoio das secretarias e órgãos estaduais de turismo e entidades do setor de hospedagem no país.

Fonte: AEN

COMENTÁRIOS