Dengue volta a preocupar e CCZ comparece à Câmara
09/10/2019 08:05 em Cotidiano

Na primeira sessão ordinária do mês de outubro, realizada na semana passada, foi aprovado requerimento da vereadora Anice Gazzaoui (sem partido) para a Câmara de Foz do Iguaçu abrir espaço para equipe do Centro de Controle de Zoonoses expor a situação da dengue na cidade. Em atendimento ao requerimento, nessa terça-feira (8) compareceu ao Legislativo o Coordenador do Comitê da Dengue, Jean Rios, que prestou informações sobre a questão. 

Uma das preocupações da vereadora é o problema da falta do produto químico usado na pulverização.  “O veneno usado no fumacê está em falta no Brasil e no mundo. O Brasil conseguiu comprar um lote, que foi destinado pelo Ministério da Saúde para a região do Ceará” explicou. Anice defende definição de estratégias para enfrentamento da situação evitando assim uma epidemia e mantendo a garantia de suporte da saúde em caso de necessidade.

Jean Rios fez uma explanação sobre a situação de Foz do Iguaçu no combate à doença. “Ao longo dos anos temos tido várias epidemias de dengue. Segundo um estudo da Fiocruz, cada paciente hospitalar com dengue custa 465 dólares. Em 2019, mais de 9 mil pessoas foram notificadas e 2.600 confirmadas em Foz. Durante o ano que passou foram 232 pontos monitorados.

Texto e foto: G Dia

COMENTÁRIOS